3 de set de 2015

Como ser magra, produtiva e ter a pele bonita?

Como ser magra, produtiva e ter a pele bonita?

Adoraria fazer isso dormindo?  Talvez seja a solução! 

Dormir emagrece, aumenta a capacidade de concentração e mantém a pele saudável. Assim como beber bastante água e não comer açúcares. Ah, precisa também fazer exercícios físicos regularmente e sorrir. 

Se você se sentiu cansado(a) só de ler essa introdução, você está na minha turma. Eu sei de tudo isso, sei de todas as regras. Coloquei magra na introdução só de ironia, para marcar o padrão de exigência a que estamos submetidos. Não desejo ser magra e produtividade também possui parâmetros assustadores. Dos três, queria apenas a pele bonita.

Procuro um estilo de vida minimalista há 4 anos, o objetivo era facilitar a vida, diminuir as preocupações, dar leveza e soluções simples para o cotidiano. Algum resultado já aparece no guarda-roupas, na quantidade de papéis e apegos que foram deixados de lado. Mas não enxergo o incremento de produtividade que a promessa de tempo livre me ofereceu. Tenho o tempo livre, mas não sei reinvesti-lo e nem sei se deveria. Ser produtiva não está ligado então a fazer mais, mas fazer rapidamente e bem coisas que preciso fazer, que são necessárias para minha felicidade dentro dos princípios do minimalismo.

Mas me organizar e me tornar minimalistas não me fizeram mais produtiva. Não são feitas de rosas as estradas do sucesso e a minha anda só prego enferrujado.

Costumo seguir sites sobre saúde, organização, produtividade e compreendo razoavelmente os princípios de uma vida produtiva e saudável. Mas então me pergunto o motivo de isso não acontecer na minha vida, por mais que me torne resoluta em alterar hábitos e me tornar a pessoa do papel, aquela do planejamento estratégico para cumprir metas e que não se atrasa, atropela ou simplesmente deixa pra última hora.

Adoro ler blogs de pessoas lindas, que fazem 1 hora de yoga de manhã, dão aulas, cuidam de filhos, tocam a escrita do terceiro livro, tem um canal no Youtube e preparam comidas saudáveis e jantares românticos para o marido para não negligenciar o casamento. Tudo no mesmo dia. Tudo com os pés nas costas e escrevendo e postando. Acho que entre os minimalismos terei que implementar uma dieta de informações relacionadas a exemplos de "sucesso" naquilo que me sinto "fracasso", ou seja, aprender a não me comparar com as pessoas que fazem tudo enquanto eu não aprendo a fazer tudo. Essas pessoas adotam o minimalismo para aprender a coordenar o tempo para o que é importante e essencial em suas vidas. Em minha vida, parece que o essencial é ver séries e procrastinar qualquer grande projeto, boicotando minhas chances de me ocupar demais como num ciclo vicioso.

Como aprender a realizar sem deixar de ser minimalista? Bem sei que não dá pra ser assim como num cursinho rápido. É algo que precisa de fórmula própria, de construção, de aparar arestas e transpirar. Então descrevo o plano mais minimalista que consegui traçar para tentar:

Passo 1: Vou começar me perdoando. 
Por não ser a que faz tudo como as pessoas que invejo tanto. Me perdoar por não estar na caminha às 22 horas todos os dias e acordar super disposta e linda. Nem estar cumprindo com todas as listas de tarefas, nem terminar aquele projeto de reforma da sala, esquecer as datas e de retornar telefonemas.

Passo 2: Depois disso, acho que pretendo encontrar um rumo naquilo que se faz mais assustadoramente urgente pra quem completa 30 anos esse ano: vida profissional. Se talvez, eu conseguir alavancar essa área, as outras possam vir a reboque. Essa já é uma tarefa Hérculea, a vida profissional inclui diversas variáveis como networking, cumprimento de metas e prazos e lapidação de conhecimentos e de perfil que exigirão de mim muita mudança.

A necessidade desse plano simples é que os planos grandes e complicados eu costumo não cumprir. Isso foi o mais simples que uma pessoa perfeccionista como eu conseguiu pensar. Abrir essas caixas de pensamento que ficam bem guardadas no fundo do nosso ser e fazer uma faxina também pode ser  um processo de simplificar e estudar o que é essencial em cada momento de nossas vidas. 

Não garanto que alcançarei a meta magra, produtiva e de pele bonita. Mas se conseguir alcançar um grau de satisfação maior comigo e minha produtividade orientada ao que eu estipulo metas de sucesso volto aqui e conto a minha fórmula.